O novo doar: a confiança como base do investimento social



Publicado originalmente no Portal Exame


Por Joice Toyota e Erika Sanchez Saez

Imagem: Getty Images/Angelina Bambina



Diante das várias agendas urgentes que se agravaram nos últimos anos, tanto ambientais quanto sociais, está claro que a sociedade civil organizada é fundamental na construção de soluções em parceria com governos, empresas, filantropia e investidores sociais. O protagonismo desse papel inclui a necessidade de organizações desenvolvidas e fortalecidas institucionalmente.


Para isso, as organizações da sociedade civil (OSCs) ou ONGs, como são mais conhecidas, precisam de recursos que não sejam exclusivamente dirigidos a programas e projetos e de um novo paradigma de relação com o doador, pautado em confiança, corresponsabilidade e colaboração. É necessário que haja uma relação de parceria com as ONGs na construção de soluções e não “prestadoras de serviços” de baixo custo.


Mackenzie R. Scott é um símbolo dessa mudança em nível global. Eleita pela Forbes a mulher mais poderosa do mundo, em 2021, é reconhecida pelos altos valores doados, e, principalmente, por realizar doações irrestritas ou livres, dando liberdade para a organização decidir onde e como utilizar os recursos, de acordo com a estratégia. Assim, Mackenzie Scott tem levantado a bandeira sobre a importância de fortalecer institucionalmente as organizações, em primeiro lugar. O processo de seleção é longo, criterioso e o acompanhamento é, sobretudo, qualitativo, com a realização de conversas anuais com as organizações apoiadas.


Em 2022, pela primeira vez, as doações da Mackenzie Scott contemplaram organizações brasileiras. O Vetor Brasil foi a primeira anunciada de uma lista de 15 que receberam doações da filantropa, recentemente. Dentre os pontos avaliados na seleção, e que são essenciais na construção de confiança, estão: 1. avaliação da estratégia da ONG; 2. identificação da capacidade da organização para resolver problemas reais; 3. avaliação da equipe; e 4. compreensão do que a organização executaria com um orçamento superior ao que possui. Esse último quesito revela a existência ou não de uma estratégia de longo prazo. --

Leia o artigo completo aqui.

horizontal-shot-of-pretty-woman-with-pleasant-smile-on-face-enjoys-online-communication-on
horizontal-shot-of-pretty-woman-with-pleasant-smile-on-face-enjoys-online-communication-on

Cadastre seu e-mail

E acompanhe as novidades sobre cultura de doação.