4 perguntas para uma doação mais consciente


Foto: Resultados Digitais

Por Erika Sanchez Saez, diretora executiva do Instituto ACP e membro do Comitê Coordenador do Movimento por uma Cultura de Doação


Publicado originalmente no Vozes do MCD




Tenho pensado muito sobre consciência no processo de doação. E sobre como a doação pode ser mais transformadora para quem a recebe e para quem doa.

Depois de ler o post da Pamela Dietrich Ribeiro para o MCD na semana passada - Despertar para Doar – falar sobre consciência pareceu cair como uma luva como próxima etapa da reflexão.


Dizem os psicólogos e outros profissionais afins que, como seres humanos, boa parte das nossas escolhas cotidianas (e não só elas) ocorrem no plano do inconsciente. Ou seja, a real motivação das nossas escolhas é muitas vezes desconhecida para nós mesmos.


Em geral, no processo do doar esse modo de funcionamento também está presente. Para doar precisamos fazer, no mínimo, 4 escolhas: 1) “Por que vou doar?”; 2) “Quanto vou doar?”; 3) “Para que? /Para qual causa vou doar?”; e 4) “Para quem vou doar?”


A ordem pode variar, porque a motivação para a doção pode ter início em qualquer uma das 4 perguntas: posso doar porque sinto que tenho dinheiro demais e deveria doar uma parte ou posso doar porque estou sensibilizado com um acontecimento ou situação específica, por exemplo, com uma situação emergencial ou com a eminência do desastre climático. Posso doar ainda porque acompanho, confio e admiro o trabalho de uma organização da sociedade civil (ONG), ou de um projeto ou de uma pessoa que lidera um projeto social ou ambiental.


Por fim, posso doar porque acredito (por diferentes motivos) que doar é importante. Mas, invariavelmente, precisamos internamente ter essas 4 perguntas respondidas, mesmo que não nos demos conta disso, mesmo que a resposta não seja CONSCIENTE.

A proposta então é exercitar a doação consciente, refletindo sobre cada uma das perguntas e das escolhas implicadas:


1. Por que vou doar?


Qual foi a sua última doação? Por que você doou? Por que você quer doar agora? A pergunta sobre por que você não doa (ou porque você não doa mais) também pode ser muito interessante nessa reflexão. Para contribuir com as reflexões sobre esta pergunta você pode escutar os episódios 6, 18 e 41 do podcast 'Aqui se Faz Aqui se Doa' da Editora Mol: #41 Quem doa é mais feliz? #18 – Como as religiões enxergam as doações? #6 – Doar está nas suas promessas de Ano Novo? Pode também ler o texto ‘Por que doamos?’ do Fernando Nogueira publicado na Folha de São Paulo e reproduzido pelo GIFE. O texto é antigo, mas segue atual e bem bacana para pensar sobre porque doamos.


2. Quanto vou doar?


Essa seja talvez a pergunta mais sensível, quase um tabu. Se falamos pouco sobre doação, falamos ainda menos sobre o quanto doamos. Como você faz esse cálculo? Uma forma de pensar sobre isso é calcular o % da doação na sua renda mensal. Quantos % da sua renda mensal ou anual você doa anualmente? Já fez essa conta?

Para se inspirar nessa reflexão, tem o episódio #49 Como incluir a doação no planejamento financeiro? do Aqui se Faz Aqui se Doa, ou dar uma olhada no Giving Pledge, a iniciativa que reúne milionários pelo mundo que se comprometem a doar a maior parte da sua riqueza em vida. No Brasil temos dois signatários do compromisso e você pode conhecê-los neste bate papo promovido pelo Movimento Bem Maior: "Filantropia como escolha de vida".


3. Para que? /Para qual causa vou doar?


esse é o ponto chave de qualquer doação. O que toca o seu coração? Com que problema você gostaria de contribuir para a solução? O que você não suporta ver acontecer nesse mundo? Perguntas como essas podem te ajudar a pensar sobre isso. Também te ajuda nessa pergunta o 'Descubra sua Causa', do IDIS.


4. Pra quem vou doar?


Salvo que você queira ajudar uma pessoa específica, a dica aqui é buscar uma organização da sociedade civil que trabalhe com a causa para a qual você gostaria de contribuir. Por quê? Sou suspeita para falar, trabalho para fortalecimento da sociedade civil e as razões dão caldo para outro post (aguardem!). Mas para ajudar a pensar nessa questão as dicas são: os episódios #23 – Como doar para combater a fome? e #54 Organização da sociedade civil: histórico e futuro do Aqui se Faz Aqui se Doa e esse artigo da Andrea Wolffenbuttel para a Folha. Tem também o site Para Quem Doar, da Globo, que te ajuda a encontrar organizações de diversas causas em todas as regiões do Brasil.


Links recomendados neste post:

  • Podcast Aqui se Faz Aqui se Doa: https://institutomol.org.br/projetos/podcasts/aqui-se-faz-aqui-se-doa/

  • Opinião - Por que doamos? https://gife.org.br/opiniao-por-que-doamos/

  • Giving Pledge: https://givingpledge.org/

  • 8 Dicas para encontrar a causa certa para apoiar (apenas inglês) https://www.inc.com/young-entrepreneur-council/8-tips-for-finding-the-right-cause-to-support.html

  • Diálogos do Movimento Bem Maior | 3ª edição - "Filantropia como escolha de vida"

  • Descubra sua Causa: https://descubrasuacausa.net.br/home

  • Acerte na hora de escolher para quem doar: https://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/2020/03/acerte-na-hora-de-escolher-para-quem-doar.shtml

  • Para Quem Doar: https://redeglobo.globo.com/Responsabilidade-Social/para-quem-doar/

horizontal-shot-of-pretty-woman-with-pleasant-smile-on-face-enjoys-online-communication-on
horizontal-shot-of-pretty-woman-with-pleasant-smile-on-face-enjoys-online-communication-on

Cadastre seu e-mail

E acompanhe as novidades sobre cultura de doação.